Fantasia vs. realidade: Indústria de videogames da Índia luta contra confusão com apostas

Índia busca definir videogames e separar de apostas online: Propostas para crescimento

IndianGamer

Em um movimento significativo para se distanciar dos jogos de azar online e impulsionar o crescimento, a indústria de videogames da Índia está se unindo para solicitar ao governo uma distinção clara entre seus setores e os de apostas online. Essa iniciativa visa combater a confusão regulatória e pública, impulsionar a percepção e desbloquear oportunidades de investimento.

No centro da questão está a necessidade de definições claras. A carta ao governo, assinada por mais de 70 empresas, incluindo nomes como Gmonks, Newgen, Lila Games e Dot9 Games, propõe a categorização de videogames como produtos de entretenimento digital para lazer ou aprendizado, sem apostas monetárias. Já os jogos com dinheiro real envolvem apostas com potencial de ganho ou perda de dinheiro real.

A falta de clareza regulatória tem prejudicado as empresas de videogame de várias maneiras. Elas enfrentam notificações fiscais indevidas, recusa de serviços por bancos e empresas de pagamento, e até mesmo invasões policiais em seus escritórios. Além disso, a confusão com jogos de azar dificulta a captação de investimentos internacionais.

O domínio das startups de esportes de fantasia no cenário indiano de jogos online levou a um foco regulatório desproporcional nelas, negligenciando as preocupações e propostas de políticas de empresas legítimas de videogames. Essa disparidade reforça a necessidade de uma distinção clara entre os setores.

Para além da diferenciação, o consórcio de empresas de videogame apresenta propostas abrangentes para o desenvolvimento do setor:

  • Definição clara de videogames e jogos com dinheiro real: Estabelecer categorias distintas nas estruturas de políticas indianas.
  • Restrição do uso de imagens de videogames em anúncios de jogos com dinheiro real: Combater a percepção errônea pública.
  • Designação do Ministério da Informação e Transmissão como agência nodal: Alinhar a indústria com outros setores de entretenimento e mídia.
  • Criação de um Catalyst Fund: Fornecer suporte financeiro a startups e empresas do setor.
  • Incentivo ao reconhecimento da propriedade intelectual digital como garantia: Facilitar o acesso ao crédito.
  • Melhoria do ensino superior em desenvolvimento de jogos: Fortalecer o talento local.
  • Redução do GST sobre videogames: De 18% para 12%.
  • Isenções fiscais corporativas: Atrair investimentos e promover a sustentabilidade.

A indústria de videogames da Índia está em um momento crucial. Ao se unir para buscar clareza regulatória e políticas de apoio, as empresas do setor podem desbloquear seu potencial de crescimento e contribuir significativamente para a economia digital do país. A distinção entre videogames e jogos de azar online é essencial para impulsionar a percepção pública, atrair investimentos e garantir um ambiente regulatório justo para o desenvolvimento de jogos legítimos e inovadores na Índia.


LINKS RELACIONADOS


 

Inscreva-se no canal Geek TV, o canal oficial do Geek Fusion no YouTube e acompanhe nossos conteúdos e produções de parceiros. Siga-nos também no Facebook, Instagram e X, para ficar por dentro das novidades que preparamos especialemnte para você!

Tem uma dica de notícia ou quer entrar em contato conosco diretamente? Então faça contato através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

_img-vitor-2.jpg
Vitor Virtuoso Mendes
FenryrFrost
Sou um nerd violinista, completamente apaixonado por games e contos de terror!